Blog

Como organizar o seu armário.

Ter o armário organizado além de facilitar a escolha da roupa também deixa o dia a dia mais prático.  Separamos ótimas dicas para você ter um armário sempre bonito e arrumado. Confira abaixo:

Faça uma limpeza no armário a cada 6 meses e retire peças que você não utiliza há mais de um ano e também as que não servem e realize uma doação. Caso a roupa já tenha rasgado e não pode ser usada, descarte.

Outra dica é retirar a peça e manter o cabide no armário assim quando guardar a peça novamente você já sabe o lugar onde ela fica.

Os sapatos devem ser guardados em caixas com identificação para que você saiba o que está dentro. Outra opção é colocar os pares com as peças viradas uma para frente e outra para trás para economizar espaço.

As bolsas podem ser guardadas dentro do armário em uma prateleira ou nicho separado. Basta arrumá-las e colocar uma ao lado da outra para economizar espaço. Você também pode pendurá-las em ganchos pela alça.

Lençóis, cobertas e travesseiros devem ficar separados da roupa do dia a dia, então se possível separe um espaço somente para eles. As cobertas podem ficar guardadas em sacos a vácuo para economizar espaço e evitar mofos ou cheiro de guardado.  Lembrando que as peças que você usa com mais frequência como os lençóis e travesseiros devem ficar em prateleiras de fácil acesso.

Um item importante que deve ser guardado no armário e fora do alcance de crianças é a caixa de remédios. Muitas pessoas pensam que devem guardar no banheiro, mas está errado pois nesse cômodo tem muita umidade. Por isso guarde em uma caixa protegida dentro do armário.

Se o seu espaço for limitado utilize as portas do seu armário para guardar lenços, echarpes, gravatas e cintos.

A primeira vez que você realizar essa organização, pode tomar um pouco de tempo, mas uma vez organizado, o seu dia a dia vai ficar muito mais prático e fácil. Mantenha sempre arrumado e assim terá mais tempo para fazer outras coisas mais importantes para você.

Como escolher a máquina de lavar roupas ideal para você

Preço, capacidade, qualidade do produto e o espaço que ele ocupará dentro da lavanderia são pontos a serem analisadosqual-máquina

É indiscutível: a máquina de lavar roupas se tornou um eletrodoméstico indispensável na vida da maioria das famílias que prezam pela praticidade e/ou não têm muito tempo para lavar peça por peça de roupa à mão.

Pensando nisso, atualmente existem inúmeras opções de lavadoras no mercado – desde as mais simples até as mais completas (como, por exemplo, as que além de lavar também secam as peças). O objetivo é atender às diferentes necessidades de cada família.

No entanto, escolher a máquina de lavar roupas ideal para uma casa, diferentemente do que muita gente pensa, não é tarefa fácil!

Isso porque, o consumidor deve pensar muito além da questão do valor: deve pesquisar cada detalhe do produto levando em consideração as particularidades da família, o espaço disponível na lavanderia, entre outros pontos.

Os diferentes tipos de máquinas de lavar roupas

Abaixo você confere boas orientações de como escolher a máquina de lavar roupas ideal para a sua casa. Mas, antes disso, é fundamental conhecer os diferentes tipos de produtos disponíveis hoje no mercado, bem como suas vantagens e desvantagens:

 1. Automática
As máquinas de lavar roupas automáticas permitem a programação de um ciclo por completo: desde encher a máquina de água até a centrifugação. Alguns modelos até dosam a quantidade de sabão e amaciante de acordo com a quantidade de roupa.

Vantagem e indicação: são práticas e fáceis de usar. Por tudo isso, são bem indicadas para pessoas que têm o dia a dia corrido.

Desvantagem: as lavadoras automáticas são mais caras se comparadas às máquinas semiautomáticas.

2. Semiautomática

As máquinas semiautomáticas possuem a seleção de nível manual, que deve ser ajustada de acordo com o volume de roupa.

Vantagem e indicação: as lavadoras semiautomáticas são, em média, mais baratas. Assim, são ótima opção para pessoas que têm certo tempo para acompanhar a lavagem. Além disso, são mais econômicas no consumo de água e energia.

Desvantagem: as lavadoras semiautomáticas exigem mais atenção, já que não fazem todo o trabalho sozinhas (como no caso das lavadoras automáticas).

3. Tanquinho

Os tanquinhos são semelhantes às máquinas semiautomáticas, mas muitas vezes vêm com um esfregador semelhante ao dos tanques tradicionais da área de serviço.

Vantagem e indicação: os tanquinhos são produtos de menor valor. Dessa forma são indicados para pessoas/famílias que não desejam gastar muito no momento da compra e que têm certo tempo para acompanhar a lavagem das roupas.

Desvantagem: os tanquinhos são produtos de menos valor porque, em geral, precisam da intervenção do consumidor para abrir e/ou fechar a torneira durante a entrada de água e para escoar no final da lavagem, além de normalmente não possuírem sistema de centrifugação.

4. Lava e seca

As máquinas Lava e Seca podem ser utilizadas tanto para lavar as roupas como para secá-las. Costumam oferecer diversas funções para atender necessidades diferentes em relação à quantidade e tipo de peça.

Vantagem e indicação: a máquina Lava e Seca é ideal para lavanderias menores, por ser um produto “dois em um” e ocupar pouco espaço. Sendo assim boa opção para pessoas que moram em apartamentos pequenos, por exemplo. As máquinas Lava e Seca são ainda práticas, pois não há a necessidade de tirar a roupa do cesto da máquina de lavar e transferi-la para o cesto da secadora. Além disso, elas possuem geralmente tecnologia avançada que permite economizar energia e evitar desperdício de água.

Desvantagem: as lavadoras Lava e Seca estão entre as mais caras do mercado. Além disso, por serem máquinas com tecnologia de ponta, apresentam controles digitais que demandam pelo menos um pouco de intimidade com tecnologia.

5. Secadora

As secadoras desempenham a função de acelerar o processo de secagem das peças, por meio do ar quente ou frio.

O ar frio é pouco conhecido, mas além de ser utilizado para realizar a secagem de itens sensíveis ao calor, pode ser utilizada no final da secagem por ar quente, durante 10 minutos, deixando os tecidos macios e agradáveis ao toque.

Vantagem e indicação: dependendo do tecido, algumas roupas não precisam ser passadas a ferro após a secagem. As secadoras a gás, mais particularmente, são grandes e indicadas para famílias numerosas.

Desvantagem: para instalação da secadora, é preciso de uma área de serviços com espaço, já que o consumidor que a tem precisa contar ainda com outro produto – a lavadora, no caso.

6. Centrífuga

A  centrífuga é um produto com alto giro do seu cesto, podendo ter uma centrifugação até três vezes maior que o de uma lavadora.

Vantagem e indicação: as roupas saem com pouquíssima umidade e o tempo de secagem diminui muito. A centrífuga é um produto muito útil principalmente paraquem mora em apartamento e tem pouco espaço na lavanderia para secar as roupas.

Desvantagem: dentro da centrífuga cabem poucas peças de roupas por vez, por isso não é um produto tão indicado para famílias grandes e/ou que utilizam/sujam muitas roupas.

Vantagem e indicação: são ótimas para a lavagem de roupas íntimas e/ou delicadas e ocupam pouco espaço, sendo assim, boa opção para quem mora em apartamento pequeno. Permitem ainda a economia de água e de energia.

Desvantagem: as minilavadoras são um tipo de lavadora de roupas com capacidade reduzida, geralmente entre 1kg e 3kg, dessa forma, não são indicadas para famílias numerosas e nem para quem costuma ter muitas roupas para lavar.

Abertura frontal x abertura superior

As máquinas nas quais a roupa é colocada por cima, também conhecidas como “top load” ou, simplesmente, por conterem abertura superior, funcionam por sistema de agitamento ou turbilhonamento (no caso dos modelos sem agitador) .

Vantagens das máquinas com abertura superior: oferecem a possibilidade de parar a lavagem a qualquer hora para que sejam colocadas mais peças de roupas.

Já as máquinas de abertura frontal funcionam por sistema de tombamento – a lavagem se dá por meio do atrito entre as roupas ao serem tombadas pela movimentação do cesto.

Vantagens das máquinas com abertura frontal: possuem maior durabilidade e agridem menos a roupa. No entanto, necessitam de mais espaço na lavanderia já que sua abertura é frontal. Além disso, o sistema não pode ser interrompido no meio da lavagem.

O que analisar na hora da escolha da máquina de lavar roupas?

Alguns pontos que devem ser analisados na hora da compra de uma máquina de lavar roupas:

  • O consumidor deve considerar a quantidade de moradores da casa para ter uma ideia da quantidade de roupa que precisa lavar;
  • Também deve considerar o tipo de roupa que mais vai ser lavado (toalhas e edredons, por exemplo, exigem maior capacidade);
  • A frequência que será usada a máquina (uma ou duas vezes por semana, por exemplo);
  • As funcionalidades que o produto oferece e que podem ajudá-lo a realizar esta tarefa.

Para famílias com até 3 pessoas, por exemplo, uma lavadora de até 9 kg é suficiente. Se a família for grande, costuma lavar peças grandes ou muita roupa, deve considerar as de mais de 10kg.

Além disso, outros fatores devem considerados no momento da escolha, ainda de acordo com o gerente de Engenharia de Serviços da Whirlpool. “Quem possui criança ourealiza atividades que sujam muito a roupa, por exemplo, pode escolher modelos com aquecimento de água, facilitando a retirada de alguns tipos de sujeira”, destaca.

Além da questão da capacidade e funcionalidade da máquina de lavar roupas, outros pontos podem ser considerados para ajudar na escolha. Observe:

Valor: para e pense em quanto pode/está disposta a gastar com a máquina de lavar roupas. Mas, claro, lembre-se que nem sempre a opção mais barata é a melhor para você. Escolha, primeiramente, um tipo de máquina que vá atender às necessidades da sua casa e depois faça uma boa pesquisa para ver a questão do preço.

Consumo de água e energia: não adianta economizar muito no valor da compra da máquina de lavar roupas e se esquecer de que ela irá consumir água e energia. Dessa forma, é muito importante pesquisar também sobre modelos que são mais econômicos neste sentido.

Selo Procel: verifique se o produto escolhido tem o selo Procel, a letra “A” é a que garante maior economia. O selo tem por objetivo orientar o consumidor no ato da compra, indicando os produtos que apresentam os melhores níveis de eficiência energética dentro de cada categoria, proporcionando, assim, economia na conta de energia elétrica.

Reaproveitamento de água: algumas lavadoras já possuem a função de “Lavagem Econômica” que possibilita o reaproveitamento da água usada na lavadora para uso em outras tarefas domésticas. Este é outro ponto interessante a ser analisado na hora de escolher o produto.

Esterilização: atualmente existem lavadoras com tecnologia de esterilização, esta pode ser uma boa opção para quem possui crianças em casa (e lava com frequência roupas de bebê), por exemplo.

Programas de lavagem: há máquinas que oferecem diferentes programas que garantem a lavagem mais adequada para cada tipo de roupa como, por exemplo, jeans, cama e banho, cobertor, roupa íntima etc. Analise se esse fator é importante para você.

 

Tipos de cabides e a melhor combinação!

cabides

O único cabide que não recomendamos é o de arame. Este tipo de cabide traduz muito aquela frase: o barato sai caro. É um dos mais baratos que se encontra por aí, mas alem de entortar com facilidade, com o tempo ele tende a enferruja, manchando a peça de roupa.

 

Temos hoje no mercado diversos tipos de cabides. Cabide de madeira, ferro, acrílico, alumínio, etc. E também cabides com diversas finalidades, cabide para calça, saia, cintos, echarpes e bijuterias.

Veja alguns:

cabide

 

Os principais itens de cama e banho para enxoval de recém-nascidos

Você já separou os itens de cama e banho para o enxoval do bebê?

economizando-no-enxoval

Com a chegada do recém-nascido se aproximando, algumas preocupações em relação ao enxoval vão surgindo. O que deve ser comprado, o que deve ser lavado e até mesmo o que deve ser usado em cada fase do bebê. Você também está nesse dilema? Confira algumas dicas da Lavanderia Fontes e tenha um enxoval completo antes do parto.

O que é preciso comprar?

Em relação aos itens de cama e banho é importante ter um certo planejamento, até porque muitos dos artigos de cama devem estar de acordo com o tamanho do berço comprado. Logo após planejar a decoração do quarto já é interessante correr atrás desses itens para evitar futuras irritações e ter tempo para lavar e higienizar tudo.

Na lista de compras de cama e banho é necessário ter:

Jogos de lençóis para berço

É muito importante ter no mínimo 4 jogos de lençóis para berço, pois é necessário estar sempre trocando e lavando. Também é preciso contar com pequenos acidentes com leite e com as fraldas.

Lençóis avulsos para berço com elástico

Além dos lençóis normais, também é interessante ter dois lençóis avulsos para berço com elástico. Como esses não vão entrar em contato direto com o bebê, não é necessário tê-los em grande quantidade.

Cobertor para berço

A quantidade a ser comprada varia de acordo com a época do ano, mas independente disto, é essencial ter no mínimo um. Caso o bebê nasça no inverno, é considerável ter mais de um para usar nos dias que o outro estiver lavando.

Cobertas para enrolar

Além do cobertor de berço, é necessário ter duas cobertas para enrolar o recém-nascido. Elas ajudam na hora de sair do hospital, para ir ao pediatra e até mesmo com as visitas em casa.

Jogos de lençóis para o carrinho

Apesar do recém-nascido passar boa parte do tempo no colo ou no berço, é necessário ter dois jogos de lençóis para o carrinho. Eles ajudam na conservação do bebê conforto, além de evitar o contato direto do bebê com o material desse itens.

Protetor de colchão

Pode parecer desnecessário, mas proteger o colchão de possíveis acidentes colabora para evitar gastos futuros. Coloque na lista e compre ao menos dois.

Toalhas de banho com capuz

As toalhas de banho são itens indispensáveis, ainda mais as com capuz. Tenha pelo menos três disponíveis em casa.

Fraldas de pano

Esse item vale tanto para o bebê quanto para a própria mãe. Compre entre 8 a 10 fraldas de pano. Elas ajudam na hora do banho e também no processo de amamentação.

Como é possível lavar esses itens?

Após comprar todos os artigos necessários para o enxoval de cama e banho, é imprescindível fazer uma boa higienização. É possível lavar tudo em casa com produtos de limpeza próprios para roupas de bebês, mas também há a opção de mandar para uma lavanderia especializada. As duas lavagens são válidas, mas é inevitável, a na lavanderia será mais eficiente, pois você terá tudo limpo e organizado sem precisar gastar tempo. Além disso, ao final da gravidez, o tempo para realizar as tarefas vai diminuindo e a mobilidade também. Por isso, caso você esteja no final da gestação, opte por uma lavagem especializada. Já se você estiver logo no início, compre os itens da lista e já inicie a lavagem.

Essas foram algumas dicas da Lavanderia Fontes para a compra e lavagem do enxoval de cama e banho de recém-nascidos. Caso você precise de ajuda, procure a Lavanderia Fontes e conte conosco nesta fase tão importante da vida.

Amaciante concentrado ou tradicional: qual a diferença?

amaciante-concentrado

Se você percebeu que cada vez mais amaciantes concentrados surgem nas prateleiras dos supermercados, você deve estar se perguntando o que os separa das versões tradicionais.

Use este guia para descobrir o que são amaciantes concentrados e como usá-los, e também a diferença entre amaciantes concentrados e tradicionais.

Primeiramente: como usar amaciante?

Um amaciante de roupas, ou simplesmente amaciante, pode ser usado a cada lavagem de roupa para adicionar um cuidado extra. Amaciantes deixam as fibras das roupas macias, dando às suas roupas uma maciez incrível. As roupas ficam mais perfumadas, as cores duram por mais tempo e ficam mais fáceis de passar depois de tratadas com amaciante.

Amaciante concentrado versus Amaciante tradicional

Em resumo, amaciante concentrado usa menos água (na sua composição/fabricação) que amaciante normal. A linha de amaciantes concentrados cuida da sua roupa da mesma forma; mas, por ter menos água, usa menos embalagem.

Isto significa que podemos adicionar mais ingredientes aumentando seu perfume e garantindo a mesma maciez. Você pode usar apenas meia tampinha de amaciante concentrado e obter resultados ainda melhores.

As vantagens do amaciante concentrado

O amaciante concentrado pode ser pequeno, mas é um gigante quando o assunto é roupa macia. Uma embalagem menor é mais fácil de transportar e, principalmente, ajuda o meio ambiente por reduzir o desperdício de materiais. O melhor de tudo é que ele é mais econômico, pois você pode usar menos amaciante para obter um melhor resultado em comparação com o amaciante tradicional. Genial, não?

Como usar amaciante concentrado?

Uma das principais vantagens do amaciante concentrado é poder usar menos água a cada lavagem. A quantidade de que você precisará geralmente dependerá da dureza da água na sua região. Para tirar o máximo proveito do seu amaciante concentrado, sempre leia o rótulo para saber qual a quantidade correta a ser utilizada.

6 motivos para lavar roupas na lavanderia e não em casa

6 motivos

Lavagem em casa x lavagem na lavanderia

Muitos acreditam que lavar as roupas em casa pode ser uma das formas de economizar dinheiro. No entanto, para alguns, lavar as peças na lavanderia parece ser muito mais vantajoso. Você não sabe qual dessas opções mais se adequa ao seu estilo de vida? Confira alguns motivos que tornam a lavagem fora de casa mais econômica e perceba a diferença!

Economia de água

Dependendo da quantidade de roupas a serem lavadas, é possível economizar água utilizando a lavanderia. Um bom exemplo disso é o caso de pessoas que moram sozinhas. Para elas a lavagem na lavanderia é muito mais em conta, pois além de não precisar gastar com produtos, ainda é possível ter uma economia significativa de água. Como a quantidade de peças a serem lavadas costuma ser menor, automaticamente ocorre um desperdício de água quando a lavagem é em casa.

As roupas irão durar mais

Quando a lavagem ocorre em casa, muitas vezes não paramos para observar cada peça e sua lavagem adequada. Simplesmente jogamos tudo na máquina, apenas separando por cor. Essa prática acaba diminuindo o tempo de vida útil da roupa e pode até mesmo danificar as peças. Já a lavagem em lavanderia é um pouco mais cuidadosa. Eles separam as roupas da forma correta e analisam o melhor tipo de lavagem para cada uma, literalmente conforme a etiqueta.

É possível economizar tempo

A lavagem na lavanderia costuma ser prática. Basta deixar as peças no estabelecimento e buscar quando elas estiverem prontas. Isso possibilita uma economia de tempo no dia a dia que permite a resolução de outras tarefas. Além disso, para quem vive trabalhando e não deseja passar o final de semana lavando roupas a lavanderia pode ser uma ótima opção.

As peças ficam realmente limpas

Muitas vezes a lavagem em casa acaba sendo imprópria para cada tecido. A higienização incorreta das peças e o acúmulo de sujeiras visíveis a olho nu podem causar a proliferação de fungos e bactérias, provocando alergias e danificando as roupas. Com a lavagem na lavanderia as chances disso acontecer diminuem, pois as roupas são completamente higienizadas de acordo com a composição dos tecidos.

É sustentável!

Como já vimos, lavar as roupas em casa gasta muito mais água. Além disso, os insumos e solventes resultantes da lavagem são despejados de forma incorreta no esgoto comum, prejudicando a natureza. Já na lavanderia, a água é utilizada de forma consciente e os resíduos recebem um destino adequado, preservando o meio ambiente.

Você economiza dinheiro

Muitos pensam que lavar as roupas na lavanderia é algo muito caro, mas é necessário analisar o gasto quando as roupas são lavadas em casa. Para lavar as peças é necessário gastar com produtos, água e energia. Já na lavanderia, as máquinas industriais gastam bem menos, reduzindo o custo e barateando o preço para o consumidor. Essa economia possibilita que os produtos de limpeza utilizados sejam de alta qualidade e o preço da lavagem seja acessível.

Esses são alguns dos motivos que mostram que a lavagem na lavanderia pode ser mais vantajosa do que em casa. Você ainda está em dúvida sobre a eficiência das lavanderias? Procure a Lavanderia Fontes e conheça os nossos serviços!

COMO MONTAR

Sugestões de montagem de cesto

A Lavanderia Fontes permite combinar vários tipos de peça no mesmo cesto. Veja alguns exemplos:

tabela

Carnaval: 10 ideias de fantasias para fazer em casa

O carnaval oficial só acontece na terça-feira, que esse ano cai no dia 28 de fevereiro, mas o País já está em clima de folia, com blocos de rua espalhados pelas cidades durante os finais de semana. O legal da festa é usar e abusar da criatividade para criar looks originais em casa (sem gastar muito dinheiro). Confira as dez fotos mais usadas e crie a sua própria roupa para o carnaval.

1. Boneca 

Use saia de tule, cropped colorido e tênis ou sapatilha. Para finalizar, uma make bem colorida e o acessório de dar corda, que é fácil de fazer em casa com papelão e papel celofane.

 

 

branco

 

2. Pipoca 

Que delícia! Para esse visual, basta amassar bolas de papel branco e manchá-las de amarelo. Se não tiver a saia listrada, cole listras vermelhas de tecido ou cartolina em uma branca.

3a5d996bb7863eb94df89941572ad68f

 

3. Cleopátra

Na foto, a coroa está bem trabalhada, mas dá para criar versões mais simples em casa. Para ficar com o visual mais parecido com a da Rainha do Egito, capriche no delineador.

0998f6ea875ed8f71f0b300cdb7e22be

 

4. Carmen Miranda 

Essa é fácil! Basta combinar as roupas mais cloridas e floridas do armário e fazer um arranjo de flores e frutas falsas na cabeça.

670c037af8cea48ea5fd0074555d6f2f

 

5. Rei da pimenta 

Pimentas de plástico são encontradas facilmente em grandes centros de varejo. Vale usar muitas delas com uma roupa vermelha e completar o visual com bastante glitter.

48f24f29a208ea33c154d986d2c817cf

 

6. Plumas na cabeça 

Para quem não curte se fantasiar, um acessório de cabeça é o ideal, e dá para montar com o que você já tiver em casa.

7c809c69748fd123b05fefed569362a3

 

7. Pool party 

Aproveite o calor do carnaval para ir de roupa de banho! Para complementar o visual, vale esbanjar nos acessórios como boias, óculos de natação e touca.

25c8ecc8d5656b941541ae7b6fba07a2

 

8. Unicórnio 

Essa dá para fazer em casa ou comprar os acessórios já prontos. Abuse do glitter para complementar o visual místico da fantasia.

64fec5daf8d46783eae9c098044cb128

 

9. Morango

É só colar gotinhas brancas em uma camiseta vermelha e fazer o acessório de cabeça com cartolina. Que tal chamar toda a galera para uma fantasia de grupo de salada de frutas?

92ff61b6597c7ccbc10212094a995686

 

10. Tal pai, tal filho

Na foto, a brincadeira é com os comandos de copiar e colar do computador, mas dá para ir combinando com os filhos em qualquer fantasia.

b9bfc7d6d4c80be0750151ff1f407d00

 

Truques para cuidar dos sapatos depois de encarar a chuva!

sapato-na-chuva
Você tirou seus sapatos preferidos (e elegantes) do armário, os calçou e foi trabalhar. No meio do caminho – na hora do almoço ou fim do expediente -, caiu aquela chuva. A barra da sua calça ficou toda molhada e seus sapatos, ensopados. Além de ter sido desagradável, o calçado ganhou um visual todo “esquisito”, meio esbranquiçado, sem brilho. Aí bateu aquela dúvida: o que fazer para deixar os sapatos com o mesmo aspecto que eles estavam antes de você ter saído de casa pela manhã?
 
Antes de mais nada, é preciso saber que sapatos não costumam combinar com água – exceto os impermeáveis (botas de trilha, por exemplo). Os de couro ficam opacos, sem brilho e até manchados. Com o tempo, podem mofar e estragar. Calçados de camurça são ainda mais delicados e quase sempre mancham depois de molhados, assim como os de tecido. Mas há alguns “macetes” para recuperar seus sapatos depois de ter encarado uma chuva.
 
Não esquente
Por mais que você tenha pressa para secá-lo, nada de colocar o sapato na janela para pegar sol, ao lado do forno, atrás da geladeira ou enfiá-lo numa máquina de secar. Muito menos pegar o secador de cabelo emprestado da sua mulher para tentar deixar o processo mais rápido. O calor excessivo danifica o couro, o nobuck e a camurça, estragando seus sapatos.
 
Cuidados iniciais
Assim que chegar em casa, se o sapato tiver palmilha, retire-as e deixe-as secar separadamente – isso ajudará a acelerar a recuperação dele. Se o calçado estiver sujo com resíduos na superfície (terra, fuligem), passe um pano levemente úmido para limpá-lo. Caso seu modelo seja claro e esteja com respingos de chuva (na ponta, por exemplo), você vai precisar passar um pano mais molhado por toda a superfície para que o processo de secagem seja iniciado por igual em toda a peça, evitando manchas permanentes.
 
Secagem ao natural
Se você tiver tempo, depois de ter realizado o procedimento acima, coloque o par de sapatos num lugar ventilado e longe do sol ou outras fontes de calor até que ele fique totalmente seco. Se tiver pressa, você pode direcionar um ventilador para ajudar.
 
Com ajuda do jornal
É uma técnica bem antiga e eficiente, usada desde os tempos em que todos os homens usavam sapatos em vez de tênis. Separe um jornal e descarte as folhas muito coloridas para evitar que manche. Amasse as páginas uma a uma, fazendo bolas de papel, e preencha todo o interior de cada pé (como se elas fossem bolas de meia). Feito isso, pegue uma folha nova de jornal e enrole todo o calçado com ela. Você pode prendê-la com um elástico ou amarrá-la com um barbante. Coloque o par num lugar à sombra e ventilado. Depois de uma hora, descarte o jornal molhado e repita todo o processo com folhas novas e secas até que seu pisante fique totalmente restabelecido.
 
Com ajuda de carvão
O carvão é conhecido por reter a umidade (a grosso modo, ele “suga” a água). Também costuma ser usado para eliminar mau cheiro. Como depois de encarar a chuva seu sapato terá os dois problemas, uma dica é pegar uma meia velha e encher de pedaços pequenos de carvão e colocar a meia dentro dos sapatos. Vale deixar de um dia para o outro.
 
Mofo
Se o seu sapato de couro, material sintético, tecido ou camurça pegou umidade e ficou guardado molhado no armário, ele pode apresentar alguns sinais de mofo. Se isso acontecer, a dica é umedecer um pano com vinagre branco e passar delicadamente sobre a mancha de mofo (não sobre todo o sapato). Deixe o calçado secar à sobra e naturalmente.
 
Cuidados finais
Ok, demorou, mas os sapatos secaram. Agora o momento é de pegar aquele hidratante de couro ou graxa e aplicar no pisante para ele recuperar a cara de novo.

Dica: Como lavar almofadas e travesseiros

almofadas-e-travesseiros

Lavar almofadas e travesseiros não é uma atividade que praticamos rotineiramente não é verdade? E é justamente por esse motivo que acabamos ficando na dúvida sobre quais produtos podemos ou não utilizar para lavar os mais variados tecidos, se eles podem ou não ser lavados na máquina ou pior ainda se podemos ou não passa-los com ferro! Por esse motivo criamos um guia bem simples, prático e fácil de ser seguido, que vai te livrar da dúvida e te auxiliar na hora de higienizar seus acessórios, dá só uma olhadinha:

Almofadas e porta travesseiros de tecidos como o Algodão, Veludo, Poliéster e Sued podem ser lavados na máquina com uma mistura de água e sabão neutro. Dê preferência para uma temperatura morna de água e não se esqueça de selecionar o ciclo chamado Delicadas (dessa forma o tecido ficará mais conservado e seus acessórios ficarão lindos e com carinha de novo por muito mais tempo!).

Para as almofadas e travesseiros em Algodão e Poliéster o uso do ferro de passar roupa está liberado, porém recomendamos dar uma olhada na indicação de temperatura do seu aparelho para não danificar o acessório. Já aqueles que possuem tecidos como o Veludo e o Sued não podem ser passados com o ferro, pois esses tecidos são danificados com o calor do aparelho. Dica: Se a sua peça desse tecido está com amassados ou marcas coloque-a na secadora por alguns minutinhos e estenda em um local liso, isso já ajuda a deixar a peça lisinha!

Almofadas e travesseiros de Couro Sintético

Para almofadas e travesseiros produzidos em Couro sintético, utilize apenas um pano levemente umedecido com água. Caso a sujeira permaneça resistente misture um pouco de sabão neutro na água e esfregue gentilmente com o auxílio de um pano limpo até que a mesma suma.

Não lave na máquina nem mergulhe a peça em água! Isso pode danificar a peça e fazer com que ela perca a cor ou a textura que possui. O mesmo vale para secadoras, máquina de lavar roupas e ferro.

Almofadas e travesseiros de Linho, Seda, Tricot e fibras naturais.

Almofadas e porta travesseiros de Linho, Seda, Tricot e fibras naturais no geral podem ser lavados com uma misturinha de água e sabão neutro com temperaturas baixas (água quente pode fazer com que esses tecidos encolham!). Por serem tecidos mais naturais e delicados não podem ser lavados na máquina, nem secados na secadora.

Esfregue as peças gentilmente entre as mãos e enxágue com água em abundância, depois deixe secar em um local com sombra. Peças de tricot exigem cuidado redobrado.

Para passar peças de materiais como esses, deixe seu ferro em uma temperatura bem baixa e coloque um pano entre o aparelho e a peça sendo passada. Dessa forma você evita de queimar as fibras naturais do tecido, o que se ocorrer deixará a peça com um aspecto amarelado que é irreversível.

Como lavar enchimento das almofadas e travesseiros

Na hora de lavar seus porta travesseiros e almofadas lembre-se sempre de retirar os enchimentos usados internamente antes de iniciar o processo de lavagem. Essas peças, porém, também precisam ser higienizadas de tempos em tempos, então mergulhe-as em um balde com uma combinação de água e sabão em pó comum e deixe de molho por alguns minutos.

Enxágue com água em abundância até que todo o resíduo de sabão tenha sido eliminado, aperte a almofada ou travesseiro entre os dedos para retirar o excesso de água e deixe secar na sombra em local arejado por pelo menos 24 horas.

Dicas:

  • Caso sua peça possua algum bordado dê sempre preferência por lavar ela à mão. Isso evita que o bordado se desfaça ou perca a sofisticação!
  • Deixar suas peças secando na sombra ajudam a mantê-las com aquela aparência de nova por muito mais tempo!
  • Antes de colocar suas capas de almofada e travesseiro na máquina vire-as do avesso. Esse cuidado extra ajuda a adicionar mais uma camada de proteção para seus acessórios
  • Não use amaciante em tecidos naturais. Amaciantes possuem muitos componentes químicos fortes que prejudicam fibras naturais e de boa qualidade, o que com o tempo vai corroendo a estrutura do tecido e enfraquecendo os fios.
  • Não use cloro nas suas peças em hipótese nenhuma pois o risco de ocasionar manchas permanentes é muito grande e irreversível.
  • Se você for lavar suas capas na máquina aproveite para coloca-las dentro de um saquinho próprio para roupas delicadas. Eles são vendidos no mercado e são ótimos aliados na hora de lavar peças mais delicadas.

Caso seus acessórios possuam manchas mais sérias ao invés da sujeira do dia-a-dia, mande aqui na Lavanderia Fontes que resolvemos pra você.